sexta-feira, 9 de dezembro de 2011

um blogue a partir de Moura


Um blogue a partir de Moura, assim se anunciava, no dia 8 de dezembro de 2008.
As razões de arranque de um blogue são difíceis de explicar. Não irei por aí.

Aqui ficam alguns números:

301.030 visitas (média diária - 275) :
84.400 - 1º ano
111.330 - 2º ano
105.300 - 3º ano

1708 posts
584 - 1º ano
558 - 2º ano
566 - 3º ano

Seguidores:
46 - 1º ano
88 - 2º ano
122 - 3º ano

115 países (mais 11 territórios) de cinco continentes:
41 - Europa
31 - Ásia
20 - América
20 - África
3 - Oceânia

Uma amiga minha diz que sou um maníaco com este tipo de coisas. Talvez, mas é uma mania inofensiva.

7 comentários:

Lucrecia disse...

Oi, que bom ler você outra vez! Neste tempo eu li os três anos do Avenida e confirmo minha impressão inicial: avenida da salúquia 34 é muito bom. Quanto a mania (que não é só sua) tem a vantagem de nos alertar sobre onde devemos melhorar para que mais pessoas possam ler o que escrevemos e quem sabe até proporcionar, a elas, momentos de descanso, levando informação e entretenimento através da música e poesia.

Anónimo disse...

Manias fazem parte de todos nós. Inofensivas. Ou não.

Mania da Dúvida

Tudo para mim é um duvidar
Com a normalidade sempre em cisão,
E o seu incessante perguntar
Cansa meu coração.
As coisas são e parecem e o nada sustém
O segredo da vida que contém.

A presença de tudo sempre perguntando
Coisas de angústia premente,
Em terrível hesitação experimentando
A minha mente.
É falsa a verdade? Qual o seu aparentar
Já que tudo são sonhos e tudo é sonhar?

Perante o mistério vacila a vontade
Em luta dividida dentro do pensar,
E a Razão cede, qual cobarde,
No encontrar
Mais do que as coisas em si revelam ser,
Mas que elas, por si só, não deixam ver.

Alexander Search, in "Poesia"

Portugalredecouvertes disse...

Parabéns pelo seu trabalho.

Angela

Anónimo disse...

Fiquei impressionado, pela negativa, quando vi um meu comentário censurado.Lembra-se?Falava num tal "Catilina"e na paciência que temos de ter quando os assuntos são tratados com elevação.Pelo seu teor a censura era a última coisa que poderia esperar.E por ali fiquei!

Santiago Macias disse...

Caro anónimo
Tenho recebido várias catilinárias. Uma delas, não sei se a sua, cheia de insinuações torpes sobre a minha atividade em Moura. Coisas assim não foram nem serão publicadas. A menos que haja uma identificação clara e sem pseudónimos.

babao disse...

Nao te conhecia esta queda p'ra Estatistica...mas viver e aprender : )))

Tambor de Domingo disse...

PARABENS!!