sexta-feira, 16 de dezembro de 2016

PRIMEIRAS LEITURAS: O RAPAZ, O SOLDADO E O MAR

A única coisa que recordo deste livro é que me deixou imensamente triste. Não me recordo do nome do protagonista, mas não tenho dúvidas que era órfão e que havia uma relação ambivalente que ele tinha com um soldado.

A França ocupada pelos alemães era o cenário da história. Devo a Georges Fonvilliers (n. 1921) e a tantos outros autores sem especial reputação o amor à escrita. Fui recuperar a memória deste livro nem sei bem onde. Provavelmente, terei de o voltar a ler, para perceber o que nele gostei. Provavelmente, encontrarei no virar de alguma página, uma parte da minha vida que passou.

Sem comentários: