quarta-feira, 21 de dezembro de 2011

Ó RANGEL, QUANDO QUISERES PODES IR ANDANDO, PÁ...


"O eurodeputado do PSD Paulo Rangel sugeriu na terça-feira a criação de uma agência nacional para ajudar os portugueses que queiram emigrar, considerando que essa pode ser uma “segunda solução” para quem não encontra trabalho em Portugal." - Público

Claro, uma Agência ou uma Alta Autoridade. Com direção e assessores. E conselheiros. E grupos de trabalho. E consultores. E estudos. E, já agora, um Observatório, para observar se os assessores assessoram e se os conselheiros aconselham. E com relatórios, muitos relatórios, daqueles cheios de palha e que nunca ninguém lê.

Libertar o futuro? Sair do país? Emigrar? Com ajuda? Atão não, pá?

Eu ajudo-te:
Apanhas amanhã um avião (às 18.55 para Londres, na British Airways). Depois outro para Hong-Kong, onde deverás chegar no dia 23 às 18.25. Aí mudas para a Air Pacific. Sais de Hong-Kong no dia 24 às 16.30 e aterras em Nadi (é nas Fiji ok?) no dia seguinte de manhã. É Natal. Aguentas dois dias a ver as vistas, a fazer peito para as fijianas e a apanhar sol. De Nadi até ao atol de Funafuti, em Tuvalu, são só mais dois pulinhos. Às 10.40 de dia 27 já lá estás.

Perdes a Consoada, o bacalhau e essas coisas? Deixa lá, vais para um sítio com  sol, música, bom ambiente e montes de miúdas giras, que parece que estão sempre no desfile das misses (naquela parte dos trajes regionais). Não te esqueças de mandar um postal. A malta gosta dessas atenções.

O cartoon é de Plantu e foi publicado no Le monde. O pince-moi é-me familiar.

6 comentários:

Carlos Pedro disse...

Eu posso até, com algum esforço, enviar um pequeno contributo para os custos das viagens. Pequeno, mas o que conta é a boa vontade. E a morada para enviar o tal postalzinho.

Filomena Barata disse...

Obrigada pelo teu texto Santiago. Infâmias que temos que ouvir. A bem de quê? De quem?

Anónimo disse...

Santiago desculpe lá mas este homem com uma viagem desta ainda vai ser premiado.Vai sim mas de mochila às costas, pão e água e a pé.Pode levar Coelho como conduto e umas Moedas para o caminho.

Fátima disse...

"uma segunda solução"... e qual é a primeira, despachar o governo e o resto da pandilha num voo Charter com bilhete só de ida? Se for essa eu voto na primeira.

Anónimo disse...

Pince-moi!!!

Como não militamos no PSD não poderemos integrar as listas dos candidatos à ANAANENMVPDCGR - Agência Nacional para Apoio aos Asilados Nacionais no Exterior que Esperamos Nunca Mais Voltem Para Dar Chatices ao Governo da Republica, pelo que suponho que teremos que apanhar o avião e sarpar!

Este governo tomou posse para vir dizer-nos: salve-se quem puder. Nós não valemos a ninguém a não ser a nós próprios, bem... e ao capital também. Quanto a vós meu povo, se quiserem continuar a pagar imposto até serem taxados a 100% isso é convosco... mas ide meus filhos, ide, que a nossa paz vos acompanhe através da nossa agência. É que, cof, cof, os nossos boys têm que ocupar o tempo com algum emprego que, nesta época difícil, vinha mesmo a calhar...

Lucrecia disse...

Emigrar. De novo isso. Eu acho que não é ,absolutamente, uma boa ideia.