segunda-feira, 17 de setembro de 2012

A TROIKA, A NOBREZA E O POVO

As manifs foram assim. Colossais. Não participei na de dia 15, mas dia 29 lá estarei. Muita gente nunca tinha desfilado, tenho disso a certeza. As medidas postas em prática não estão a funcionar e as pessoas estão desorientadas e com medo. Daí ao aparecimento de propostas redentoras e caudilhistas vai um pequeno e perigoso passo.

O país está a ser alvo de experimentações? Pois, sem dúvida. Já aqui o disse, sem ter exatamente descoberto a pólvora...

No meio da troika e do povo aparece a nobreza. Foi quase divertida a entrevista de Alexandre Soares dos Santos à TVI. Sobranceria e vaidade. Veio explicar às massas ignorantes que mais importante que a manifestação foi uma coisa que ele organizou no CCB sobre o futuro de Portugal. O convidado de honra foi um futurólogo americano, Andrew Zolli, que veio debitar um chorrilho de banalidades (pelo menos foi o que ouvi/vi na TV, a menos que me tenha calhado a parte má...) sobre o futuro que temos à frente. Alexandre Soares dos Santos também aconselhou o "pirem-se daqui". É sempre bom sabermos quem são as "elites" que nos aparecem pela frente. E a forma como olham o País. E constatarmos que, obviamente, não conhecem Portugal.

1 comentário:

Manuela Teixeira disse...

Essa dita "nobreza" conhece o Portugal dos compadrios, tachinhos, 14 salários anuais, ajudas de custo, carrinho e motorista(s) particular(es) à descrição,... Enfim, o país não está de tanga já está nu e moribundo mas só alguns é que não veem (não interessa).