sexta-feira, 8 de junho de 2018

CRÓNICAS OLISSIPONENSES - IX

Tardei alguns dias em me habituar aquele trrrruc-tuc-tuc-trrrruc. Lisboa é a cidade da luz? Sim, e do lioz, e do Santo António, e das sete colinas. E das marchas e do Tejo. Mas é, cada vez mais, a cidade dos trolleys. Há magotes de turistas por toda a parte. São sobretudo franceses. É pena, porque assim há menos alemães com peúgas brancas. Mas os franceses, ah, ils adorent Lisboa. Et Pêssóá, bien sûr. Et les azulêjôss. Ah, ils adorent la Mádrágôá. E assim, todos os dias, me vou cruzando com magotes de franceses, na Travessa do Pasteleiro e na Rua das Madres. Todos eles puxando pesados trolleys. A avaliar pelo arrastar do trrrruc-tuc-tuc-trrrruc são pesados, de certeza.

Sem comentários: