sábado, 6 de maio de 2017

TODA A POESIA DE UMA CARTA ANÓNIMA




Recebi há dias uma carta anónima. Recebo cartas destas com regularidade. Vão parar ao lugar merecido. Neste caso abri uma exceção. A missiva, que acaba com votos de morte, fez-me recordar, no seu ritmo, uma passagem da novela "Cavaleiro andante", de Almeida Faria.

Reza assim a missiva:

CABO CANASTRO - fico triste ao ver tu vindo de uma familia de ditadores tal como tu um comunista ditador xulo ladrão e corrupto, senão vejamos o que fizeste por moura só museus, arranjar a tal variante que se fala há anos nem vela, arranjar buracos das ruas já foi o bairro 25 de abril está a decadas para o pavimento ser arranjado e nada portanto como tu comunista ladrão e xulo nada fizeste a não ser explorar a camara quem paga as tuas deslocacões aos fim de semana nos carros da autarquia

Agora para acabar com chave de ouro tu e os comunista dizem que os outros partidos se vendem ao grande capital, e tu xulo que foste vender um terreno que foi doado à camara não te vendeste ao Belmiro de Azevedo (Sonae) quanto meteste ao teu bolso com este negocio, junto às escolas se o transito já era uma merda agora vai ser inferno, mas voces comunistas de merda, gastaste o dinheiro e carros e carrinhos só tens um nome xulo ladrão corrupto.

Por fim mais havia para dizer, mas só espero que vais embora MORRER LONGE SE possivel contra um chaparro.

ladrão xulo
corrupto
comunista de merda
vai-te fuder

Há algo de James Joyce na estrutura do texto e na forma indisciplinada de escrita. Um intelectual, sem dúvida. Até pelo grafismo e pela aproximação à poesia visual de Alberto Pimenta. Remeto para capítulo "REVOLUÇÃO E LINGUAGEM", da obra acima citada de Almeida Faria. Leiam e comparem sff.

Nota final - Canastro é a alcunha da minha família, na Amareleja (mesmo em Moura, há amigos que assim me tratam). Cabo Canastro era o nome pelo qual o meu avô, Francisco Ferreira (1910-1989), era conhecido.

4 comentários:

nuno alfaiate disse...

Estas pessoas infelizmente ainda não sabe o que é democracia! As assembleias servem para isso mesmo, mostrar o descontentamento pelas opções tomadas! Mas preferem via mais simples: a da provocação mesquinha e cobarde !

simon disse...

Ola meu querido amigo. Bom meu Canastro de alcunha mas quem te tem tanto rancor? Certamente alguem que nao gosta do modo de governaçao. Tenho seguido de longe os teus trabalhos de autarca e o nosso Rui Pinto tambem me vai dizendo mais sobre ti.

Um abraço aqui de Lisboa

Ernesto Jana

João Espinho disse...

Ao nível da sarjeta.

Anónimo disse...

Com votos de continução das excelentes publicações que fazes há 8 anos e continua a ser Presidente e a trabalhar para marcar a diferença pela positiva na bonita Moura!

Um abraço de um ex-aluno da E.P.B.J.C.!